Domingo, 27 de Dezembro de 2009

bacalhoada.....

.......farrapada, no dia seguinte (ou roupa velha).....

 

....um prato tipicamente português e confeccionado um pouco por todo o país em época de Natal....

 

 

postas de bacalhau demolhado a quantidade pretendida

batatas descascadas a quantidade pretendida

couve penca a quantidade pretendida

ovos os que quiser (se gostar)

sal q. b.

 

 

 

Temos uma panela de água temperada com sal a gosto, ao lume até ferver em cachão.

Juntamos as batatas, que podem ser inteiras ou cortadas a meio, para não esfarelarem ao cozer.

Quando levantar fervura, juntamos os toros das couves, sem  as peles e cortadas na horizontal. (Eu costumo juntar um pouco de soda, bicarbonato de sódio, apenas a ponta duma faca, pois é prejudicial, se for demais. Isto para que as verduras não fiquem amarelas e cozam depressa).

Quando levantar fervura, juntamos as couves devidamente lavadas e cortadas não muito pequenas (folhas médias).

Quando as couves estiverem cozidas, acrescenta-se o bacalhau. Só uma pequena fervura, para não se desfazer.

Na hora de servir, escorremos bem de água...convém não deixar nenhuma água na bacalhoada, por isso devemos escorrer bem.

Esta é a minha forma de confeccionar a bacalhoada. Tudo preparado na mesma água e na mesma panela, para os sabores se juntarem.

Se pretenderem ovos cozidos, convém cozerem à parte, para não desfazermos o bacalhau e batatas ao procurá-los na panela.

Entretanto, já temos preparado um molho à parte, que pode ser servido em molheira ou já na travessa....para isso, vertemos, ou seja, regamos a bacalhoada com ele.

Mas, há quem não aprecie molho e regue apenas com um bom azeite.

 

 

molho

 

azeite q b. (bastante)

sal a gosto

1 folha de louro

uns pingos de vinagre

2 tomates maduros  ou 2 colheres de polpa de tomate pelado

2 colheres de sopa de vinho branco

1 colher de água do cozido da bacalhoada

3 cebolas cortadas às rodelas

1 dente de alho laminado

 

Num tacho,levamos ao lume o azeite, o louro, o sal, a cebola o dente de alho, o tomate e deixamos ferver lentamente.

Quando a cebola amaciar, juntamos um pouco de vinho branco, mexemos e acrescentamos um pouco da água do cozido e o vinagre. Deixa-se ferver de novo e mexe-se.

Rectificamos de novo os temperos.

Este molho deve estar quente quando for servida a bacalhoada.

Atenção: não deixar queimar.

 

 

Farrapada ou roupa velha

 

Dia seguinte, cortamos todas as sobras da bacalhoada aos bocadinhos, que colocamos num tacho com muitos alhos picados, com o molho que restou, ou simplesmente com azeite.

Levamos ao lume, sempre a mexer e, quando cozido, serve-se quentinho.

 

 

 

 

 

 

BLUMEN
sinto-me: Blume
publicado por Tina às 15:25

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De ALICE a 30 de Dezembro de 2009 às 19:12
Para mim este é o supremo!
Mas o meu marido e filhos se lhes ponho bacalhau na mesa, noite de NATAL, para eles nao é NATAL .
Assim, faço o bacalhau ao almoço, um portugues do Norte nao pode passar NATAL sem bacalhau.BJS
De Tina a 31 de Dezembro de 2009 às 17:25
iOi Alice
Desejo que passes  um bom fim-de-ano e que tenhas um ANO NOVO cheio de muita sãude, muito amor e muita paz, com os teus.
beijinhos

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

 

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

cuco

arquivos

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Julho 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Abril 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Maio 2013

Janeiro 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

tags

todas as tags

links

deliciem-se...

019[1] 008 001 (2) 158 mflortavares mflortavares Todas as fotografias deste Blog têm direitos reservados. No caso de pretender utilizar alguma, recordo que deverá contactar-me previamente e solicitar autorização para tal.

favorito

Ponto Final

Caminhar entre flores

The questions

Mulher

Ciclos

Sentimentos reencontrados

sonhos ... reminiscência...

sonhando...!

amor emprestado....

Os Malinos

posts recentes

fogaça

BRIOCHES e CROISSANTS

húngaros

húngaros

scones

QUEIJADA EM BOLO DE CHUCH...

bolo de mousse de chocola...

compota de cereja

Compota de ameixa

Bolo de maçã, canela e no...

SCONES

tarte de chuchu

creme de tapioca

compota de dióspiro ( caq...

OUTONO - Época das cas...

contador

Alex Tina Tavares | Cria o teu cartão de visita
Tina Tavares

Cria o teu cartão de visita

subscrever feeds

blogs SAPO
minha rádio cotonete:

tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Widget by Dicas Blogger
Edit this page (if you have permission) | Google Docs -- Web word processing, presentations and spreadsheets.