Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Papo Cheio

Meus Aromas e Sabores

Papo Cheio

Meus Aromas e Sabores

Qui | 02.09.10

compota de figo

Tina

 

Compotas...

Conservas de frutos inteiros ou cortados em bocados, de vegetais, de legumes e por aí fora... sempre, confeccionadas com açúcar, de preferência, sem água, apenas com o suco do fruto,  legume, ou vegetal, em lume muito brando... um casamento perfeito, uma harmonia de cor, sabor e aroma, até atingir o ponto desejado... o ponto gostoso de boa e perfeita consistência... pronta a ser conservada durante muito tempo, em frasco apropriado, devidamente, esterilizado.

 

1 kg de figo

750 g de açúcar

2 cravinhos da Índia

1 pau de canela

1 casca de limão

1 colher de sopa de água

 

 

Envolvem-se os figos, que foram previamente lavados, num tacho com o açúcar e uma colher de sopa de água (uma vez que este fruto não tem muito suco).

Junta-se o cravinho, a canela e a casca de limão.

Leva-se ao lume muito brando e vai-se mexendo, mais insistentemente, até o açúcar dissolver todo.

Depois, deixa-se cozinhar, sempre em lume brando,  mexendo de vez em quando, para não agarrar ao fundo do tacho, até se obter o ponto desejado, próprio duma compota.

 

O tal ponto consistente, de geleia... e isso, consegue-se saber, se colocarmos um pouco da compota num prato e ao passarmos uma faca ou garfo em cima, abrir um risco a meio -  e a compota ter uma aparência espessa.

 

Deixa-se arrefecer um pouco e verte-se para frascos devidamente esterilizados e apropriados a compotas.

 

 

(Tina)

BLUMEN

8 comentários

Comentar post