Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




arroz de bacalhau com feijão

por Tina, em 24.01.13

Tinha umas sobras/sobejos de bacalhau cozido no congelador - então pensei que um arroz de bacalhau ficaria óptimo com essas sobras.
Lembrei-me de modificar um pouco o sabor do arroz que habitualmente preparo.

Encontrei no congelador alguns pimentos cortados, de várias cores, um pouco de coentros, salsa picada, feijão cozido e tomatinhos anões.

 

 

(prato para cerca de 6 a 8 pessoas - dependendo daquilo que cada um come, claro!)

 

cerca de 2 postas de bacalhau

3 tomatinhos anões 

um pouco de coentros picados

um pouco de salsa picada

1 rodela de salpicão cortada aos bocados

azeite q. b.

sal q. b.

1 malagueta de piripíri

uma chávena de chá cheia de tiras de pimentos (usei verde e encarnados)

uma folha de louro

1 chávena e meia de chá de arroz carolino

4  chávenas e meia de chá de água

1 cebola cortada às rodelinhas pequenas (não cebola picada)

2 dentes de alho laminados

meio cálice de vinho do Porto

cerca de 2 chávenas de chá de feijão cozido (este era encarnado)

 

 

 

 

 

Vou preparar este prato todo em frio, pois é mais saudável e fica da mesma forma bom.

 

 

 

 

 

Cobrir o fundo dum tacho com azeite.

Juntar a cebola, os alhos, o louro, os pimentos, os tomatinhos, o salpicão, os coentros, a salsa, o bacalhau cortado aos bocados, sem espinhas e peles (não esfiado), o piripíri, enfim, todos os ingredientes que acima referi, excepto o sal, vinho, água, arroz e feijão.

 

 

        

Levar ao lume brando, tapado, e deixar cozinhar até alourar um pouco o bacalhau e amaciar todos os outros ingredientes.

Juntar o vinho e voltar a tapar.

Deixar refogar um pouco mais.

Quando este evaporar, juntar a água quente e temperar com sal a gosto.

Deixar levantar fervura e, de seguida, juntar o arroz e o feijão cozido.

Mexer tudo, de forma a envolver todos os ingredientes.

Rectificar de sal.

Deixar cozinhar mais um pouco até o arroz cozer.

Servir de imediato o arroz que deve ficar aguado/malandrinho, termos que usamos cá no norte!

 

O arroz  seguinte já foi preparado duma forma diferente

 

 

Fiz umas pequenas alterações à receita

 

 

Não incluí os pimentos, nem tomate, mas acrescentei um molho de espigos de couves (ou seja, grelos de couves), que foram previamente bem lavados. 

 

 

 

 

 

Em vez de vinho branco, usei tinto, o que alterou um pouco a cor dos bocados de bacalhau.

Juntei-os ao mesmo tempo que juntei a água à calda do arroz.

Deixo algumas imagens.

 

 

 

 

Então... ?

 

BOM APETITE!...

BOM PROVEITO!...

BOM APROVEITAMENTO DE SOBRAS DE BACALHAU!...

 

 

 

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Receita para 6 a 8 pessoas)

 

 

Ingredientes

 

1 embalagem de 250 g de batata frita, palha 

3 postas ou quatro de bacalhau

2 cebolas

3 dentes de alho

azeite q.b.

sal a gosto

salsa q.b.

 pimenta a gosto

12 ovos inteiros

meio pacote de gambas cortadas aos bocados e descongeladas

azeitonas para guarnecer

 

 

 

 

Cobre-se o fundo duma frigideira antiaderente com azeite, onde se misturam os alhos laminados, as cebolas às rodas, e sal a gosto.

 

Deixa-se refogar um pouco, não deixando queimar a cebola e alhos.

 

Junta-se agora o bacalhau que foi demolhado, cozido levemente, limpo de espinhas, peles e desfiado, e as gambas descongelas, cortadas às rodelas pequenas.

 

 

 

 

 

Refoga um pouco mais, mexendo sempre.

 

 

    

 

       

 

 

 

 

 

Quando estiver bem refogado, acrescenta-se a embalagem das batatas fritas, palha.

 

Envolve-se tu, mexendo com colher.

De seguida, juntam-se os ovos batidos e mexe-se sempre. Deve deixa-se cozinhar bem os ovos, no entanto, se preferir ovos menos passados, retira-se do lume a frigideira antes de cozerem totalmente... ficarão mais húmidos. (Depende do gosto de cada um - eu, particularmente,  gosto dos  ovos bem passados).

 

Rectifica-se o tempero e, dependendo do gosto, pode juntar-se um pouco de pimenta (pouca).

 

 

 

Pode servir-se numa travessa, guarnecido com salsa e azeitonas.

 

 

 

 

 

 

 BOM APETITE COM O "PAPO CHEIO"!

 

 

 

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)


empadão de bacalhau

por Tina, em 24.03.11

 

 

 

Hoje quis aproveitar sobejos de bacalhau cozido, de batatas, de ovo e de couve... tudo sobras dum prato de bacalhau cozido com todos.

Lembro-me, quando criança de minha mãe confeccionar um prato parecido e que eu apreciava, de todo!

E como estamos numa era de austeridade, de aproveitamento (como outrora se fazia e eu sempre faço, claro)... cá vai a receita que é óptima para quem gosta de bacalhau!

Não é difícil de preparar, apenas um pouco trabalhosa!

Então mãos à obra e toca a colocar o avental e ... a correr para a cozinha!... Não caiam... vá lá!

Não se esqueçam de levar os headphones e enquanto trabalham vão abanando o corpo ao ritmo de uma musiquinha agradável... é salutar e não gastam no ginásio!

POUPANÇA.... !

Sou amiga ou não?!...

 

 

 (prato para cerca de 8 pessoas (depende do que comem, claro!)

 

 

 3 ou 4 postas grandes de bacalhau demolhado, cozido ou se quiserem as sobras duma qualquer refeição

8 a 9 batatas cozidas e cortadas às rodelas

2 cebolas cortadas em rodelas

1 couve repolho cozida

sal a gosto

3 ou 4  ovos cozidos

3 dentes de alho laminados

azeite q. b.

1/2 copo de vinho branco

1 ovo inteiro para pincelar no fim o empadão

Se pretender pode utilizar 1 ou 2 cenouras cozidas e cortadas às rodelas

 

 

 

molho bechamel

 

1 litro de leite

sal a gosto

3 colheres de sopa de maisena

1 colher de sopa de manteiga

(se preferirem podem comprar o molho feito)

 

Se não gostarem de bechamel podem preparar um puré de batata... depende dos gostos.. e fica óptimo, também!

 

 

 

  

 

 

 Começa-se por preparar o molho bechamel.

Leva-se ao lume o leite e todos os outros ingredientes desfeitos no leite, até engrossar e formar um creme (sempre mexendo com colher).

 

 

 Puré de batata

Se pretender um puré, basta utilizar algumas batatas cozidas, passá-las pelo passe vite (particularmente, eu gosto mais de a utilizar este instrumento, um pouco em desuso, que desfazê-las com a varinha), juntar um pouco de sal, uma colher de manteiga, um pouco de leite e levar ao lume até obter a consistência de puré.

Mexer sempre com colher.

 

  

 

 Cobre-se o fundo dum tacho com um bom bocado de azeite, para obtermos o molho suficiente para se regar este prato.

Junta-se a cebola cortada em rodelas , o sal a gosto e o alho laminado.

Leva-se ao lume brando (sem queimar a cebola e alho), e deixa-se cozinhar até a cebola ficar macia.

Junta-se, por fim, o vinho e volta a cozinhar, em lume brando,  até este evaporar.

Está pronto, depois de rectificar o sal.

 

 

     

 

 

 Cortam-se as batatas e  o ovo às rodelas.

Tenta-se ter o bacalhau esfiapado, depois de limpo de espinhas e de peles.

Corta-se a couve em bocados.

Atenção -Se gostar de cenoura também pode cozer um pouco e cortá-la em rodelas (fica saboroso e dá cor ao prato).

A preparação do prato é feita numa assadeira de pirex ou outra de ir ao forno ( eu prefiro pirex transparente, para se ver o colorido por fora, o casamento de sabores).

Forra-se o fundo com puré ou molho béchamel, ou até rodelas de batata cozida.

De seguida, cobre-se com uma camada de bacalhau, outra de ovo, outra de couve, outra de batata, e assim sucessivamente.

Por fim, rega-se com o molho.

Cobre-se com o molho bechamel ou com puré de batata.

Pincela-se com o ovo batido e leva-se ao forno a alourar ( até o empadão ficar quente, no caso de serem aproveitamentos e eles estarem frios).

 

 

Bom aproveitamento...HUMMMMMMMMMMMM..que cheirinho agradável!!!!!....

(Pode utilizar outro peixe, se preferir, em vez de bacalhau!)

 

 

 

 

 

 

    

 

 

 

 

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 ...preparado no forno!

 

020.JPG

 

 Não...não é o tal "bacalhau assado na brasa com batatinha a murro"...

 

 

 É semelhante... mas, este é feito no forno...!

Quando não tenho possibilidades de o preparar na grelha com carvão, é desta forma que o confecciono!

 

 

      

 Acreditem...! Fica óptimo e não deve prejudicar tanto a saúde, pois segundo se ouve dizer o fumo do carvão é prejudicial à saúde!

Mas..., mesmo assim eu gosto dele preparado na brasa...ou então um peixinho fresco, um naco de carne, enfim, eu aprecio grelhados no carvão!

 

      

 

 

Mas, este foi no forno...

  

 

 

 

Postas de bacalhau do lombo  -  a quantidade que se pretender

Sal a gosto (pouco) 

Azeite q b  - de boa qualidade de azeite

Batata com casca  - a quantidade que se pretender

Sal a gosto para as batatas

 

 

Leva-se ao forno numa assadeira as postas de bacalhau ,dispondo-as lado a lado, cobertas com azeite suficiente e se pretender um pouco de sal.

 

Noutro recipiente , temos as batatas inteiras, bem lavadas, com casca.

Salpicamo-las com bastante sal.

 

Levamos ao forno bem quente a cozinhar.

Quando pronto, retiramos e damos um murro em cada uma das batatas.

 

Servimos quente, decorado com azeitonas, cebola em rodelas e uns alhinhos se pretender.

 

Habitualmente cubro o  recipiente do bacalhau com papel de alumínio, pois os salpicos queimam o forno e deixam um cheiro um pouco desagradável.

Só quase no fim, é que retiro para alourar.

Se o forno tiver grelhador em cima pode, no final, ligar essa parte, para alourar melhor e dar a sensação de ter sido confeccionado na brasa.

 

 

 

Bom apetite....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)


bacalhau assado no forno

por Tina, em 01.10.10

(receita para cerca de 4 pessoas)

 

 

São tantas as formas de se cozinhar este peixe, umas mais complexas que outras...

 Porém, hoje, trago uma maneira minha de o assar no forno, fácil, igual a tantas outras...

Acho que todos sabem preparar desta forma!

Se utilizar os lombos, tanto melhor!

 

 

 

 

 

 

3 postas de bacalhau demolhado

2 cebolas cortadas às rodelas

6 dentes de alho cortados

1 folha de louro

3 rodelas de chouriço vermelho

sal a gosto

1 malagueta de piripíri

azeite q. b.

1 copo de vinho branco

batatas descascadas - a quantidade de que se pretender

 

 

 

 Forra-se o fundo duma assadeira com azeite suficiente.

Dentro, junta-se a cebola cortada em rodelas e os alhos, a folha de louro a malagueta de piripíri e um pouco de sal,

Dispõe-se o bacalhau e as batatas descascadas.

Rega-se com o vinho, tempera-se com um pouco mais de sal, se necessário e um pouco de azeite, se achar que necessita, também!

Junta-se o chouriço e rega-se tudo muito bem com o molho que existe no fundo.

Leva-se ao forno e, de quando em quando, rega-se o preparado e, se for caso disso, vira-se com cuidado, para não desfazer o bacalhau.

Quando cozinhado, servir, com salada a gosto.

 

 

 

Outra maneira agradável de cozinhar o tal "fiel amigo" que agora parece ser "caro amigo"... Mas, que não deixa de ser agradável!

 

 

 

 Bacalhau

 

Somos reis do Bacalhau
que chega da Terra Nova
cozinhá-lo é uma arte
que nos sempre põe à prova.

É o mais fiel amigo
do português andarilho
tão fiel como o cão
e servindo pai e filho.

Pode se servir cozido
numa ampla travessa
que leva couves e grelo
e nunca trai a promessa

O que seria de nós
sem este prato tão nosso?
Continua a estar presente
ao jantar e ao almoço!

  

 

(Retirado do Google - Poemas e Cartas - Luso poemas )


 

 

 

 

 

(Tina)

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)


arroz de bacalhau

por Tina, em 03.06.10

 

 

                                                        receita para duas ou três pessoas

 

 

1 posta grande de bacalhau demolhado, cortado em pequenos bocados, ou então sobras de bacalhau cozido ou preparados doutra forma (que tenha sobejado).

azeite q. b.

sal q. b.

1 cebola picada

1 dente de alho picado

coentros q. b.

1 tomate maduro

1/2 de 1 pimento vermelho

1 rodela de chouriço vermelho

2 colheres de sopa de vinho branco

1 chávena de chá de arroz carolino

3 chávenas de chá de água quente

1 malagueta de piripíri - opcional

 

 Cobre-se o fundo dum  tacho com azeite, onde se acrescenta a cebola e o alho picado e o chouriço cortado.

Leva-se ao lume brando a amaciar a cebola, sem deixar queimar. De seguida, junta-se o bacalhau, o tomate, o pimento, o piripíri (se gostar) e deixa-se cozinhar, mais um pouco, sempre tapado.

De quando em quando, rega-se com o vinho.

Agora, acrescenta-se a água e o sal.

Quando ferver, junta-se o arroz, os coentros e mexe-se.

Tapa-se e deixa-se cozinhar em lume brando.

Não deve deixar-se secar o arroz, pois é bom malandro.

 

 

(Tina)

 

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)

receita para cerca de 6  a 8 pessoas - conforme o que comerem

 

 

uma embalagem com cerca de 12 línguas de bacalhau

 

1 chávena de massa cotovelinhos

 

1 chávena de feijão branco cozido

 

sal q . b.

água  q. b.

coentros  q. b.

3 rodelas de chouriço vermelho

1 folha de louro

1/2 copo de vinho branco

2 ou 3  colheres de polpa de tomate

1 cebola

2 dentes de alho

azeite q. b.

1 malagueta de piripíri

 

 

 

 

 

 

Cobre-se o fundo dum tacho com azeite e junta-se a cebola e alhos picados.

Leva-se ao lume, com o salpicão a refogar um pouco até a cebola amolecer um pouco, sem deixar queimar.

Acrescentam-se as caras de bacalhau que estiveram a demolhar durante os dias suficientes até ficarem sem sal (conforme o gosto de cada um).

Tapa-se e deixa-se cozinhar em lume brando.

De seguida, quando estiver um pouco cozinhado, vai-se acrescentando a polpa de tomate, o vinho, o piripíri e  folha de louro. Mexe-se.

Tapa-se de novo e deixa-se cozinhar mais um pouco.

Por fim, acrescenta-se a água suficiente necessária, cerca de 4 chávenas (água quente).

Quando ferver, junta-se a massa e cozinha mais um pouco.

Quando a massa estiver quase cozida, junta-se o feijão e deixa-se apurar um pouco mais.

Se for necessário acrescentar um pouco mais de água, poderá fazer-se.

Por  fim, se necessário, tempera-se com um pouco de sal e coentros.

Serve-se de imediato.

 

 

(Tina)

 

 

Música: Melanie C - Never Be The Same Again

http://www.youtube.com/watch?v=qBm2J-gKeUE&feature=PlayList&p=DE0F1F4F32BA523F&playnext=1&playnext_from=PL&index=8

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)


tortilha.....

por Tina, em 12.02.10

 

 

.......de bacalhau

 

receita para 3 a 4 pessoas

 

 

4 batatas médias

6 ovos inteiros

2 postas de bacalhau demolhado

sal q. b.

salsa picada q. b.

1 cebola picada

se tiver sobras de arroz (cozinhado) dalguma refeição - acrescentar cerca de 4 colheres

 

 

 

 

 

 

 

Num recipiente, juntam-se os ovos inteiros, com o sal, a cebola e salsa picadas.

Bate-se bem até obter uma boa gemada homogénea.

De seguida, acrescenta-se o bacalhau e batata cortados em cubos pequenos.

Se tiver sobras de arroz cozinhado, pode também acrescentar, bem como sobras de bacalhau cozinhado ( cortado em cubinhos pequenos).

Juntar uma colher de azeite.

Mistura-se tudo muito bem e rectificam-se os temperos. Se gostar pode juntar um pouco de pimenta.

 

Verter este preparado numa forma antiaderente, depois de a untar com azeite.

Levar ao forno até cozinhar bem todos os ingredientes.

 

 

 

Servir quente ou frio acompanhado duma salada.

 

(Tina)

 

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)


farinha da pau com bacalhau......

por Tina, em 14.01.10

 

 

.....ou farinha de mandioca com bacalhau

 

 

farinha de mandioca q.b.

sal q. b.

2 postas de bacalhau esfiado cozido, sem peles e espinhas

azeite q. b.

1 rodela de chouriço se quiser

água q.b.

1 folha de louro

salsa q.b.

1 cebola picada

2 dentes de alho picados

 

 

 

 

Cobre-se o fundo dum tacho com azeite.

Acrescenta-se ao azeite, a cebola picada, assim como,  os alhos também, picados. Tempera-se com sal a gosto. Junta-se a folha de louro e a rodela de chouriço (se gostar), bem como o ramo de salsa.

Leva-se ao lume brando até a cebola amolecer. De seguida, vai-se juntando o bacalhau esfiado e deixa-se refogar um pouco.

Vai-se acrescentando a água suficiente, dependendo da quantidade que se pretende preparar.

Quando a água ferver, vai-se deixando cair por entre os dedos a farinha mandioca, mas sempre mexendo, ao mesmo tempo com colher, para não ficar com grumos.

Rectifica-se de sal.

Este prato deve ter a consistência dum creme, nem muito espesso, nem muito líquido.

 

 

 

(Tina)

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

(Dose para cerca de  8  pessoas)

 

3 postas de bacalhau cozido

6 ovos inteiros

3 chávenas de chá de farinha

1 colher de chá de fermento

sal q. b.

1 chávena de chá de leite

água q. b.  - se necessário

um raminho de salsa picada

meia cebola picada

pimenta em pó q. b.

1 colher de chá de azeite

azeite ou óleo para fritar q. b.

papel para escorrer fritos

 

 

Temos um alguidar onde abrimos os ovos inteiros.

Mexemos os ovos e vamos juntando o sal, a farinha (sempre mexendo), o fermento, o leite, a salsa picada, a cebola e por fim o bacalhau esfiado.

Pode sempre aproveitar sobras de bacalhau doutras refeições para preparar este prato.

Tem de obter um creme espesso, não muito líquido, nem muito grosso.

No caso de necessitar de um pouco mais farinha, deverá juntar um pouco mais.

Ao contrário, se estiver muito espesso e necessitar de água, deverá acrescentar também um pouco.

Rectificar os temperos.

 

 

Temos uma frigideira com  óleo suficiente a aquecer ao lume e vamos, com cuidado, fritando colheradas (pequenas ou grandes, depende do que se quiser - mas aconselho que não sejam grandes).

Fritam-se de ambos os lados e vão-se retirando e escorrendo em várias folhas de papel apropriado para fritos.

Servem-se acompanhadas de arroz ao gosto, duma salada a gosto.

particularmente sirvo acompanhando de uma salada com feijão frade e molho verde.

 

 

Também de vez em quando, acrescento nas pataniscas, junto com o bacalhau, miolo de camarão cozido, cortado aos cubinhos pequeninos.

Fica óptimo.

 

 

(Tina)

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)