Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

....com raia e gambas, à minha maneira...

 

 

 prato para cerca de  8 a 10 pessoas, dependendo do que comem...

 

8 gambas inteiras com casca

1 kg de peixe espada preto

1 kg de raia

miolo de gambas q.b.

1 molho de coentros

2 colheres de sopa de tomate pelado

sal q. b.

2 cebolas

6 dentes de alho

1 copo de cerveja

azeite  q. b.

1 folha de louro

açafrão em pó q. b.

malagueta de piripíri q. b.

8 batatas

 

 

 

 

 

 

 

Este prato é preparado tudo em cru, em camadas alternadas, antes de ir ao lume a confeccionar.

Assim, começa-se por cobrir o fundo dum tacho com bastante azeite.

Cortam-se para dentro do tacho às camadas, alternada e aleatoriamente, cebola às rodelas, os alhos laminados, a batata, e vai-se salpicando de sal, de coentros cortados aos bocados, de cerveja e misturando às camadas o peixe limpo de escamas e cortado aos bocados do tamanho que se pretender.

Acrescenta-se também a folha de louro, o piripíri, o açafrão, o miolo de camarão ou gamba e as gambas inteiras, limpas.

Rectificam-se os temperos.

 

Mistura-se tudo, com colher, com cuidado.

Leva-se ao lume brando e, de quando em quando, abana-se o tacho, não se aconselhando a mexer com colher.

Quando a batata estiver cozida, está pronto a servir.
Enfeita-se com um raminho de coentros.

 

(Poder-se-á confeccionar este prato com outro peixe).

 

 

(Peço desculpa, mas creio que, segundo o novo acordo ortográfico, a palavra "peixe espada preto", já não se deve escrever com hífen, mas eu, por uns tempos, ainda vou continuar a fazê-lo, pois ainda me sinto um pouco antiquada a este respeito).

 

 

(Tina)

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)


enguias ......

por Tina, em 01.02.10

 

 

....em caldeirada à minha maneira

 

 

2 kg de enguias

azeite q. b.

2 cebolas

4 dentes de alhos

1 copo de vinho branco

um ramo de salsa

1 ramo de coentros

1 folha de louro

sal q. b.

piripíri a gosto de pretender picante

2 colheres de polpa de tomate pelado

12 batatas ou mais se pretender

1 ou 2 rodelas de chouriço vermelho

 

Começa-se por limpar as enguias da tripa e de as lavar bem.

Cobre-se um tacho com azeite (bastante azeite).

Tudo feito em frio, junta-se ao azeite, às camadas alternadas,  as batatas descascadas e cortadas às rodelas (não muito finas), os alhos laminados, a cebola à rodelas, a polpa de tomate, a salsa, os coentros, o louro, a rodela de chouriço vermelho, o piripíri, as enguias cortadas do tamanho que se pretender, o sal  e o vinho.

Volta-se a regar com um pouco de azeite.

Abana-se tudo para misturar bem os ingredientes.

Leva-se ao lume brando, sem misturar água alguma.

De vez em quando, abana-se o tacho e prova-se o molho.

Se achar que se devem rectificar os temperos, pode fazer-se antes de desligar o lume.

Quando as batatas e as enguias estiverem cozinhadas, serve-se enfeitado com um  raminho de coentros.

 

 

 (Tina)

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

 

 

CALDEIRADA DE PEIXE

 

 

 

Dose para cerca de 4 a 6 pessoas

depende daquilo que comerem

 

 

4 ou 6 postas grandes de bacalhau demolhado

ou se preferir outro peixe variado

azeite q. b.

6 dentes de alho

3 cebolas grandes

12 batatas grandes

sal a gosto

piripíri a gosto

1 copo de vinho maduro branco

salsa a gosto

coentros a gosto

1 folha de louro

 2 pimentos

tomate

1 colher de sopa de açafrão

3 rodelinhas de chouriço vermelho

 

 

 prato preparado ainda em cru

 

Este prato é preparado todo em frio.

Cobre-se o fundo dum tacho com muito azeite, corta-se para dentro as cebolas às rodelas e os alhos laminados.

Junta-se o sal, o vinho, o louro, a salsa, os coentros, o piripíri, o açafrão, os pimentos cortados, o chouriço, as batatas aos cubos, o bacalhau, também, este,  aos cubos  ( ou outro peixe, cortado aos pedaços).

Recomendo que tudo isto seja feito às camadas sucessivas. Camada de cebola, de alho, de peixe e de batata, repetindo a sucessão.

Mistura-se tudo, antes de levar ao lume e rectificam-se os temperos.

Leva-se ao lume brando e deve cozer lentamente.

Não deve mexer-se, simplesmente, abanar o tacho.

(Também costumo confeccionar caldeirada de enguias da mesma forma).

Nas caldeiradas, nunca se deve utilizar água, pois ao cobrirmos com tampa, e cozendo lentamente, criar-se-á um vapor que não deixará secar.

Cuidado, porque este prato faz-se depressa.

Serve-se de imediato, quentinho.

 

 

 

 

 

 

 

(Tina)

 

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)