Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




fogaça

por Tina, em 18.01.16

12525455_1112538385423524_3631933498226975088_o[1]

 

 

800 g de farinha sem fermento

125 ml de água morna

50 g de fermento padeiro

1 pitada de sal

150 g de açúcar

125 g de manteiga

4 ovos inteiros

1 colher de chá rasa de canela em pó

raspa de 1 limão

 

1 ovo batido para pincelar

farinha para polvilhar q.b.

 

886343_1112538315423531_3211461301134327468_o[1].j

 

Dissolver o fermento padeiro na água morna e acrescenta-se 200 g de farinha.

Mexer com a batedeira até obter uma massa mole.

Deixar levedar no recipiente coberto com um pano, durante cerca de meia hora.

 

 

Agora, acrescentar ao preparado levedado, o açúcar, o sal, a canela em pó, os ovos inteiros, a raspa de limão, a manteiga e a farinha.

Voltar a bater com a batedeira e deixar levedar novamente  a massa, coberta com um pano, cerca de 1 hora, até aumentar o dobro de volume.

 

12487031_1112538292090200_7482483757837001519_o[1]

 

Quando estiver levedada, retirar a massa do recipiente, com as mãos polvilhadas de farinha e estender  numa superfície lisa.

Dividir a massa em duas  ou três partes.

Moldar dois ou três rolinhos compridos, sendo mais largo um dos lados.

Com a mão espalmar cada um dos rolos, formando tiras.

Enrolar essas tiras de forma a iniciar-se pela parte mais larga, formando uma espiral/pirâmide.

Eu fiz quatro rolinhos e obtive quatro fogaças médias/pequenas.

Colocar as fogaças num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado de farinha.

Deixar, de novo, levedar (coberto) durante aproximadamente 1 hora.

10518344_1112538352090194_2471307946831397864_o[1]

 

Por fim, pincelar com ovo batido e com a ajuda duma faca, fazer 4 golpes no topo da pirâmide ( ou seja uma cruz).

12491803_1112538438756852_2929264647413953861_o[1]

 

Levar ao forno pré aquecido a 200º durante cerca de 15 minutos.

De seguida, sem retirar a fogaça do forno, e com a ajuda duma faca voltar a separar os cortes em cruz que foram feitos, de maneira a que o calor penetre no interior, cozendo uniformemente.

 

Deixar um pouco mais no forno até ficarem cozidas.

 

 

Não deixar cozer muito se gostar das fogaças um pouco húmidas no meio.

 

 

 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


fogaça

por Tina, em 08.09.10

 

 

Fogaça...

Pão doce do género de regueifa doce, confeccionada por terras de Santa Maria, minha região... Óptima para saborear num lanche, com um chazinho,  uma meia de leite,  um galão, um copo de leite, um cafezinho, ou até com um refresco...

Uma fatia simples, ou barrada de manteiga, de marmelada, de queijo, de compota...

 

Há várias receitas, umas mais doces que outras, umas com mais manteiga, outras, com menos isto e aquilo...

Porém, esta, é a que tenho para partilhar convosco, uma receita que me foi dada, há muitos anos, por uma tia.

Modifiquei-a, entretanto, pois a original, não levava raspa de limão e era pouco doce.

Enfim, também acrescentei um pouco de vinho do Porto... e não é que ela está à "minha moda"?!... Húmida e fofinha... gostosa, mesmo!

 Bom apetite!

 

1 kg de farinha trigo sem fermento

50 g de fermento padeiro

15 colheres de sopa de açúcar

5 ovos

!/2 litro de leite

1 colher de sopa de manteiga

algumas pedrinhas de sal

raspa de 1 limão

1 cálice de vinho do Porto

 

 

(com esta receita pode  fazer-se duas fogaças mais pequenas)

 

Batem-se os ovos inteiros (que não devem vir do frigorífico), com o açúcar, o sal, a manteiga e o fermento padeiro, na  batedeira eléctrica, até obter uma massa homogénea.

De seguida, acrescenta-se o leite, natural.

Agora é a vez da farinha, que se vai juntando a pouco e pouco.

Acrescenta-se a raspa do limão e o cálice de vinho do Porto e bate-se bem.

Vai-se batendo com a batedeira, enquanto a massa estiver com consistência que possa ser feita com ela, doutra forma, poder-se-á bater com uma colher, até a massa ficar bem incorporada de todos os ingredientes.

 

Tende-se uma bola que se deixa num recipiente coberto com um pano, a levedar, em lugar seco e quente (sem correntes de ar), durante cerca de 1 hora (no entanto, se estiver mais tempo, melhor).

 

Leva-se ao forno que se aqueceu previamente, a 150º, em tabuleiro untado e polvilhado de farinha.

Pode dar-se a forma que pretender.

Eu faço redonda com buraco no meio, pois ao crescer a massa, vai cobrir o meio e fica com a forma redonda.

Mas, antes, pode pincelar com ovo batido, se pretender!

 

 

 

Nota: Há dias houve alguém que me questionou se era confeccionada com máquina de fazer pão. Pergunta oportuna, pertinente... Porém, eu não sei responder, pois nunca a utilizei. Mas, se alguém costuma fazer qualquer tipo de pão com ela, pergunto, por que não a massa da fogaça ou da regueifa que são semelhantes ... Só experimentando, mas para isso, aconselho fazerem menos quantidade, não vá estragar.

Isto na sequência de eu ter referido "bater na máquina eléctrica" em vez de "batedeira eléctrica". Já alterei o texto para não haver confusão!

 

(Tina) 

BLUMEN

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags: